10 junho 2017

Nossa menina, nossa Mariana

Sim, Rog e eu estamos grávidos da Mari! #MAMÃE.E.PAPAI.DE.MENINA
Que alegria!
Uma menininha para colocar lacinho no cabelo, o sapatinho combinando com o cintinho, meia calça com vestidinho, botinha com glitter... Ah, vai ser uma arvore de natal MESMOOOO! #ELA.VAI.ADORAR kkkk


O dia hoje foi MEGA cansativo, mas eu trouxe uma prévia da decoração do chá pra vocês: 
 
 
 
Ficou tão delicado, né?
Assim que a fotografa me entregar as fotos, faço um post.

Esses são os presentes que ganhamos:

Grande beijo,
Ninna e Mari Bueno!

08 junho 2017

Compras para o chá de bebe revelação


Oie amores da Ninna!
 
Como vocês estão?
Nós estamos bem, graças a Deus!
 
Desculpem a ausência, mas estamos nos preparativos para o chá de bebê revelação! #UHUUUUU #NESSE.SÁBADO #DIA.10 #VOCÊS.VÃO.SABER.O.SEXO #MENINO.OU.MENINA? #SÁBADO.EU.CONTO #NINNA.MÁ kkk
Estamos tão felizes em compartilhar esse momento que sonhamos TANTO, TANTO, TANTO com vocês! É uma alegria que não cabe em palavras, infelizmente! (Mas, depois posto as fotos!).
 
Estamos atrasados com os preparativos (por isso o sumiço), pois em Abril tive dois sangramentos significativos que nos fizeram pausar com todo o nosso planejamento! Claro, o medo não fez com que perdêssemos nossa fé, MUITO pelo contrário, nos colocamos ainda mais á vontade de Deus! Nossos planos se coincidiram e graças ao seu Santo nome #JESUS, não tivemos mais intercorrências e pudemos voltar com os preparativos #GLÓRIA.A.DEUS (praticamente só na primeira semana de Maio, ou seja, um mês para planejar e fazer tudo! kkkk).  
 
Agora, vamos ver o que compramos para o nosso chá de bebe revelação?
(Vale lembrar que tudo será nas cores rosa #MENINA  e azul #MENINO).
 
Forminhas para cupcakes:

 R$ 7,90 embalagem com 20.

Porta docinhos em formato de berço:

R$ 3,50 a unidade.

Mamadeiras para decoração:

 
Mamadeira: R$ 11,90 com 12 unidades.
Lacinhos: R$ 3,50 com 50 unidades.
Chiclete: 16,80 com 500 gramas (enche 11 mamadeiras).

Bexigas decorada:
R$ 12,90 com 25 unidades.

Forma para docinhos:
R$ 8,40 com 50 unidades.

Suporte para doces/ Centro de mesas:
R$ 9,55 a unidade.

Doces diversos:

Gostaram?
Acho que já dá uma idéia de como será, né? #LINDO #SOU.SUSPEITA.MESMO kkkk


Ultrassom:
No último dia 30 fomos confirmar o sexo e adivinhem... Saímos de lá com 100% de certeza! #UHUUUU
Nosso milagrinho com a boquinha aberta tomando o liquido amniótico.
(Ah, essas bochecha, olhinhos, narizinho. Mamãe, pode com isso, não! #É.MUITO.AMOR).

Ele estava com 20,17 cm e pesando 275 gramas!

Grande beijo,
Ninna Bueno e milagrinho baby!

(Sábado faço post contando o sexo, que comecem as apostas!)

21 maio 2017

Grávida pode passar vontade?

Oie amores da Ninna!

Como estão?
Nós estamos bem, graças a Deus!

Hoje venho fazer uma reflexão sobre algo que me questionei essa semana:
Eu sempre tive "vontade" de comer muita coisa, pra mim isso é SUPER normal (até mesmo quando seguia a dieta mais rígida). Era MUITO comum ir ao supermercado e dizer: "Hum, fiquei com vontade de comer esse pão de mel" ou "Quero experimentar essa bolacha nova". Obviamente, que oras era realizado esse meu "desejo" (ou olho gordo kkk), oras não (seja por questão financeira ou de restrição alimentar).

Com a gravidez, talvez eu tenha me perdido um pouco (talvez não, eu me perdi mesmo kkkk), o filtro do bom senso e da lei da compensação (comi muita besteira ontem, hoje vou me controlar mais) passou a não existir mais. E sabe aquela frase popular: "Grávida não pode passar vontade!", se tornou: "A Ninna tem olho gordo e quer comer tudo, ela tá grávida!" #EXATAMENTE.ISSO #ESTAR.GRÁVIDA.SE.TORNOU.MOTIVO.PARA.COMER
Ás vezes eu olhava algo e dizia ter "vontade", mesmo sem ter realmente a VONTADE. E sabe o pior? Quando eu não comprava (raramente), alguém comprava por mim, seja minha mãe, meus sogros ou o próprio Rog. 

Outra questão que me perdi completamente, foi a ausência de cobrança das pessoas (por incrível que pareça). Antes, se eu fosse comer algo que, teoricamente, não era típico de dieta, as pessoas falavam, cobravam, perguntavam da dieta. Se eu engordasse, então, era o fim, me tornava o centro da conversa alheia por semanas.
É ruim essa cobrança? Óbvio, que é. Mas, em contrapartida, me fazia sair do comodismo, enxergar aquilo que eu não queria ver.
Estando grávida, não houve mais cobranças. Pelo contrário, aquilo que as pessoas não me davam (de comida), passaram a me dar. E eu? Eu comia, obviamente, me sentindo super amada! kkkk

Estava tudo ótimo, lindo e maravilhoso, até que, você descobre que gestante faz exames e se pesa mensalmente na ginecologista #HÃM?
Se não fosse esse controle médico, certamente engordaria uns 25 kgs na gravidez (e não é brincadeira). No próximo mês vou fazer um post falando sobre o peso.

No meu primeiro exame de sangue, minha glicemia (Diabetes) deu alterada e fui encaminhada para um grupo de gestação de alto risco. No entanto, a alteração foi pequena (deu 102, quando em gestantes não pode ultrapassar 90) e como no dia anterior ao exame eu tinha ido á uma festa (com docinhos, bolo e refrigerante), na minha cabeça, certamente era isso que causou essa alteração, não me preocupei. (A gente sempre acha que tudo é fácil e sempre arruma um motivo ou desculpa, né? #SER.HUMANO).

Passei com a médica de alto risco, onde repeti o controle mais 2 x nos últimos meses e adivinhem? Cedendo a todos os meus desejos como estava, engordei horrores e a glicemia só aumentou. Até que, na última consulta, semana passada, ela foi bem sincera, me liberou para fazer caminhadas e disse que caso a glicemia não abaixasse na próxima consulta, eu iria começar com medicação, com insulina.

Vocês percebem a gravidade?
Aquilo que na minha opinião eu poderia resolver a qualquer momento com dieta e atividade física, se tornaria medicação? É isso mesmo? Cadê as minhas desculpas? Como argumentar com a médica?
Na verdade, não tem o que dizer. Só o que fazer mesmo!

Depois do choque inicial e todo aquele sentimento de culpa: "O que eu estou fazendo comigo, com nós?". Minha ficha caiu e veio aquela força de lutar, de ser saudável, de não engordar, de não adquiria Diabetes Gestacional e comecei uma "dieta".
Como teste, não restringi nenhum alimento, mas controlei as quantidades. A glicemia praticamente não baixou.
Então, tirei farinha branca. A glicemia baixou um pouco, esta em torno de 96/99 (preciso chegar aos 90 mês que vem).
Agora vou trocar o arroz branco, pelo integral. Vamos ver se baixa mais.
De quebra, já eliminei algumas gramas! (Não se assustem, minha alimentação está em torno de 2.000 calorias e como de 2 em 2 horas #TÔ.SAUDAVEL #TÔ.TENTANDO kkk).

Bom, o que eu quero dizer com tudo isso?
Que grávida não é um porquinho que precisa engordar para o abate!

Felizmente ou infelizmente, eu só percebi tudo isso prestes a começar uma medicação dolorosa (insulina é aplicada por injeção #MORRO.DE.MEDO.DE.INJEÇÃO). Mas, tenho uma última chance, aquela chance que a gente agarra com unhas e dentes na certeza que VAMOS fazer o nosso melhor! Que já não é por mim, é por nós! 

Prometo fazer um post sobre minha nova alimentação com fotos!

Grande beijo,
Ninna Bueno, Vicente ou Mariana

14 maio 2017

Me tornei mãe, quando...

Oie amores da Ninna!♥

Como vocês estão?
Nós estamos bem, graças a Deus.

Confesso que estava pensativa sobre o que escrever no dia das Mães. Eu, que esperei tantos anos para esse post, tantos anos para esse dia! 
E em poucos minutos de reflexão, percebi que já era mãe, MUITO antes de ficar grávida!

Me tornei mãe, quando conheci o Rog! Não sei explicar, nem tão pouco escrever sobre o que sinto por ele, mas é um sentimento paciente, de companheirismo e muita cumplicidade. Me tornei mãe do Rog, quando percebi que o nosso amor era simples, sem interesses, apenas de cuidado!
Me tornei mãe, quando tive amigos. Amigos diferentes, amigos loucos, amigos, amigos. Me tornei mãe do meus amigos, quando eu era a única pessoa que eles tinham naquele momento e eu precisava ser mais que uma amiga, mas uma mãe!
Me tornei mãe, quando minha mãe passou por uma cirurgia e eu daria tudo para estar no lugar dela, pois me achava mais forte (até hoje acho). Me tornei mãe da minha mãe, quando precisei cuidar dela nesse dia, um cuidado de amor, de doação por amor!
Me tornei mãe, quando adotei um cachorro. E que mesmo que ele comesse meu chinelo ou fizesse algo de errado que me deixasse muito brava, isso não nos impediria de minutos depois estarmos abraçados e ele me lambendo. Me tornei mãe de cachorro, quando percebi que não importa o que acontecesse, em casa estaria sempre alguém me esperando com alegria. 
Me tornei mãe, quando ganhei um afilhado. Um serzinho tão amado que foi confiado á mim. Me tornei mãe do Beh, quando percebi que ele não era meu filho, mas eu era a sua mãe!
Me tornei mãe, quando pensei na adoção e percebi que não é uma escolha minha, mas é um chamado de Deus! Me tornei mãe adotiva, quando resolvi compartilhar o amor que não vê sangue ou DNA! (Rog e eu vamos adotar uma criança!).
Me tornei mãe, quando fiz o teste de gravidez e deu positivo #MAIOR.EMOÇÃO. Por mais que meu coração tivesse certeza que esse momento um dia iria chegar, toda a espera me fez mais racional. Enfim, me tornei mãe, quando fiquei grávida.
Me tornei mãe, quando ouvi o coração do meu bebê pela primeira vez. (Lá vou chorar de novo kkkk). Nesse dia tive um pequeno sangramento e pensei que nosso bebê não tinha resistido, até que, Deus em sua infinita misericórdia me mostrou ele, com menos de 0,5 cm (3,9mm) e um coração acelerado batendo, dizendo: "Mamãe, não desiste de mim, eu estou aqui". Nunca vou me esquecer desse momento! Me tornei mãe, quando ouvi o coração do nosso bebê pela primeira vez!
Me tornei mãe, quando tive um novo sangramento, um novo principio de aborto. Novamente o medo e a incerteza para me assombrar (e como me assombrou). Eu tinha somente a minha fé... E na verdade, era tudo que eu precisava! Me tornei mãe de risco, quando percebi que a minha fé é maior que qualquer medo!  
Me tornei mãe, quando vi meu bebê formadinho no ultrassom. Vi seu narizinho (parece ser do Rog kkk), sua barriguinha (essa é minha, bem estufadinha kkk), pernas e braços que não paravam, orelhinhas, pezinhos #PERFEITINHO. Me tornei mãe, quando meu amor foi crescendo dentro da barriga e eu conseguia ver!

Me tornarei mãe, quando senti-lo chutar, durantes as dores do parto, na primeira mamada, nos meus primeiros medos, na nossa primeira separação (eu voltar a trabalhar)... Enfim, percebi que eu sempre fui mãe e que sempre me tornarei uma nova mãe!

Feliz dia das Mães!
Beijos, Ninna e Vicente ou Mariana!

10 maio 2017

Chá de Bebê revelação

Oie amores da Ninna!

Como vocês estão?
Nós estamos bem, graças a Deus.

Hoje o post é sobre o chá de bebê! #UHUUUU #MENINO.OU.MENINA? #CHÁ.DE.BEBÊ.REVELAÇÃO 
É tão estranho, emocionante e gratificante (não sei classificar com palavras essa emoção) em vir aqui compartilhar esse momento com vocês. Estou prestes a completar 4 meses desse sonho, esse mesmo sonho que sonhei por 7 longos e duvidosos anos, mas que, ao mesmo tempo, parece que começou ontem! 

Esse último mês não foi fácil, pensei em alguns momentos que esse post não seria escrito. Foram mais 2 sangramentos em 10 dias (19/04 e 29/04) e os feriados que eram para preparar os detalhes do chá, foram de desanimo e dúvidas.
No entanto, semana passada em um momento de oração, eu OUVI uma voz que não vejo: "Não temais".
Nesse momento me senti um pouco ingrata e envergonhada, sabia? Deus me sustentou por 7 anos de espera, fez o milagre acontecer onde as probabilidades eram baixas, salvou nosso coração valente de 4 sangramentos e porque ainda temo? Esse milagre não é nosso, é de Deus e ele fará mais quantos forem necessários para preserva-lo!
Naquele momento eu só tive certeza que esse meu bebê veio para glorificar ao Senhor! Não há outra explicação, não há outro motivo! (Vamos parar por aqui porque já estou chorando kkkk).

Então, é:
Vicente ou Mariana?

O nosso chá de bebê será para revelarmos o sexo do bebê, ou seja, a decoração será nas cores rosa e azul, teoricamente, feminino e masculino. 
Quem vai contar? Rog e eu, óbvio. (Pensou que a gente iria descobrir junto, na hora com os convidados? Neeeem pensar! Sou mãe, gestante, preciso de prioridade kkkk). Ultrassom marcado para o dia 30/05 #ANSIEDADE.MASTER

Vamos ver algumas inspirações?

* Plaquinhas:
 
* Bercinhos:
 
* Cupcakes:
 
*Mesas:
 
* Docinhos:
 
* Enquete:

* Decoração:

 

Essa decoração é uma das minhas preferidas!

*Como contaremos?
Simples assim: #COM.BEXIGAS

 
 
* Convite:
 
 
Esse é convite que eu fiz, usando como inspiração o de cima.
Não ficou fofinho e delicado? Eu amei!!!

E vocês, gostaram?
Prometo outro post compartilhando os próximos detalhes, confecção e compras do chá de bebê!

Grande beijo,
Ninna Bueno e baby!


PS: Não vou deixar vocês sem saber o sexo, né? Dia 10 mesmo faço um post contando! #NINNA.MÁ kkkk   

21 abril 2017

Primeiro Trimestre + Susto

Oie amores da Ninna e do baby (que ainda não descobrimos o sexo #QUASE kkkk)!

Como vocês estão?
Agora estamos bem, GRAÇAS A DEUS!


Hoje venho contar com GRANDE alegria que, VENCEMOS o primeiro trimestre. #UHUUUU #GRAÇAS.A.DEUS #3.MESES #13.SEMANAS.E.5.DIAS

Segunda (17) fizemos o ultrassom morfológico do primeiro trimestre, também conhecido como Translucência Nucal. Esse exame é importante para diagnosticar previamente algumas síndromes e má formação do bebê. Mas, internamente, eu só pedia a Deus para ouvir o coração dele (a). O amor não se mede com cromossomos, mas com coração e amor! E isso eu cultivei dentro de mim, por 8 anos! 8 anos te esperando, meu amor!!!

Mais uma vez, como todos os dias, minutos e segundos, ainda sem pedirmos ou exigirmos, Deus nos deu ele (a) perfeitinho, no auge da sua grandeza, em 6,87cms! Com braços e pernas agitadas (pense numa criança que acha minha barriga pula-pula kkk), coração valente de 162 batimentos e possivelmente, sem nenhuma síndrome.
O médico também palpitou um sexo, com probabilidade de 90% que será confirmado no próximo mês!  

Olha ele ou ela, chupando o dedinho: #NÃO.É.A.COISINHA.MAIS.LINDA? 
O tamanho da barriga é do papai e a mania de chupar dedo é da mamãe! kkkk

Vocês podem imaginar como era nosso estado de alegria, felicidade e gratidão, né?

Até que, na quarta (19) ao me limpar no banheiro, vejo sangue vermelho vivo no papel. Na hora tive MUITO medo e comecei a tremer, Rog já estava para me buscar no trabalho e fomos direto ao hospital.
Chegando lá fui examinada e verificado a presença de sangue no canal e o colo do útero fechado.
Fiz o ultrassom e mais uma vez, graças ao nosso bom Deus, eu vi meu serelepe todo agitado, se mexendo, quase dando cambalhotas em mim! #PENA.QUE.NÃO.GRAVEI kkk .
Sim, seu coração valente venceu mais uma vez o sangramento!

OBS: O médico disse se podia palpitar o sexo e eu deixei, obvio. Mas, adivinhem? Outro sexo.
Ou seja, temos um medico dizendo ser menina e outro médico dizendo ser menino. Como a gente fica? kkkkk 

A médica que me atendeu no pronto socorro não soube identificar a causa do sangramento, disse apenas que estava tudo bem, que poderia ser apenas uma veinha que estourou. Passou medicamento e pediu para eu evitar esforços mais pesados.

Naquela noite tive muito medo... Medo de perder meu coração.
Mas na missa, o padre foi bem conciso, disse que Deus sempre cumpria as suas promessas, ele não voltava atrás.
E então, procurei palavras de fé, achei essa passagem:  Apocalipse 3 8
Deus me conhece, talvez, melhor que eu mesma. Eu sei que foi ele que abriu essa porta (do meu ventre) e ninguém fechará!
Ele também conhece meus medos, mas eu creio que tudo isso será para que ele seja ainda mais exaltado e amado por todos nós! Que nunca me falte fé para viver os seus milagres em minha vida!
E assim como disse a Deus nos momentos de desespero: "Se for da tua vontade, Pai, eu sei que pode vir o sangramento, mas nada acontecerá! Eu sei que o Senhor está conosco. Já não somos 2, somos 3!"
E meu testemunho está aqui, não por mim, mas por Deus, pela sua vontade!


 Hoje publiquei essa foto no face contando sobre com gravidez, com essa legenda:

"Nunca houve noite que pudesse impedir
o nascer do sol e a esperança
E não há problema que possa impedir
as mãos de Jesus pra me ajudar.

Haverá um milagre dentro de mim
Vem descendo o rio pra me dar a vida
Este rio que emana lá da cruz, do lado de Jesus

Aquilo que parecia impossível
Aquilo que parecia não ter saída
Aquilo que parecia ser minha morte
Mas Jesus mudou minha sorte
Sou um milagre estou aqui!"


Não preciso dizer mais nada, né?
Sempre quando ouvia essa música me imaginava grávida, com um milagre dentro de mim que vinha da cruz de Jesus, para me dar vida. E hoje, cá estamos, muito felizes e confiantes! #GRAÇAS.A.DEUS


Agora num momento mamãe, olhem essa foto: 
Fui comprar roupas hoje (21), porque só tinha uma calça jeans boa para usar. Eis que encontro esse vestidinho #LINDO #LOJAS.CAEDU #SUPER.BARATINHO

Agora, me falem a verdade, crio ou não aquela dúvida na cabeça do povo: Gravidez ou gordura? #TRISTE.REALIDADE kkkk

Grandes beijos duplos,
Ninna e baby

PS: "Não há problema que possa impedir as mãos de Jesus pra te ajudar!"

02 abril 2017

Gravidez, como descobri e contei para o Rog?

Oie amores da Ninna!

Como vocês estão?
Nós estamos bem, graças a Deus.
Posso dizer que o bebê está MUITO melhor que a mamãezinha dele. Acreditem que fiquei gripada/resfriada de novo? Sim, segunda vez desde que descobri a gravidez (40 dias). E como sei que ele está melhor que eu? Porque já pesquisei no Google: "BEBÊ FICA GRIPADO DENTRO DA BARRIGA DA MÃE?". Sem risadas, por favor! kkkk. E pra quem tá rindo, me achando a louca, mas também está em dúvida kkk, não, o bebê não fica gripado dentro da barriga, ele está SUPER protegido, graças a Deus!!! 
Por isso sumi, tinha tantas coisas para contar e escrever pra vocês, mas o corpo não deixava, não tinha forças, era do serviço pra cama, todos os dias, praticamente por 2 semanas. Não fui ao médico e decidi apenas seguir aquelas dicas caseiras de vó e mãe, de: Beber bastante água, tomar suco de laranja, mel com limão, não tomar gelado, nem friagem, essas coisas! kkk

Agora, vamos ao tema do post? Sei que vocês estão curiosas! kkkk (Já aviso, escrevi por todos esses dias ausentes kk #POST.LONGO)

• Como descobri a gravidez?
Vamos começar com alguns fatos importantes:

- 1º Fato: Chances de engravidar:
Rog operou em Janeiro (Varicocele) e antes disso, o médico foi bem sincero conosco, disse que a chance de engravidarmos depois da cirurgia aumentariam em 30% ou 40%, no máximo. É baixo? Sim, mas era tudo que precisávamos! (30% de chances para quem não tinha nada, é ter 100% de fé!). Disse que se engravidássemos, seria apenas após 3 meses de cirurgia, pois o corpo precisa de recuperação para a nova produção boa dos espermatozoides.
Enfim, nas melhores das expectativas só teríamos 40% chances de engravidar e a partir de Abril.

- 2º Fato: Primeiro sinal de Deus:
No mesmo Janeiro da cirurgia (23 dias depois), fomos para a Canção Nova num acampamento de CURA E LIBERTAÇÃO, pois eu sabia que a nossa cura não estava apenas em uma cirurgia física, mas em Deus também, nas suas infinitas curas espirituais!  
No domingo (29) fomos na loja Canção Nova e eu vi uma camisetinha de bebê e quis comprar, mas pensei: "Pra quê, Ninna? Tá louca?. Imagina, sua gravidez pode acontecer, como pode não acontecer também!" Saímos da loja, mas acabamos voltando, pois tínhamos esquecido algo. E quando passei pela mesma camisetinha, meu coração bateu mais forte de novo e eu relutei! "Não tem cabimento comprar uma roupa para um bebê que só existe no meu coração". Fomos para a fila do caixa, mas meu olhar e coração permaneciam na tal camisetinha. Enfim, deixei os outros produtos com o Rog e saí correndo em direção a camisetinha. Rog ficou me olhando com cara de interrogação e eu disse: "Preciso comprar" kkk

A camisetinha
Não me perguntem porque comprei, é como se me perguntassem porque acreditei tanto no meu milagre!? Não tem explicação!
Como disse ao Rog, foi um ato de fé, porque coloquei meu pé, onde acreditava que Deus colocaria o chão! (Comprei a camiseta acreditando que Deus me daria um filho para usa-la). #E.FOI.EXATAMENTE.ASSIM #GLÓRIA.A.DEUS
Vale ressaltar que nesses quase 8 anos de espera, NUNCA havíamos comprado nada de bebê!

- 3º Fato: Segundo sinal de Deus, o sonho.
No domingo seguinte (05/02) eu sonhei que estava grávida e que teria a confirmação da gravidez dia 03.
Nossa, aquele sonho encheu meu coração de esperança e ansiedade, também! kkk
Na mesma semana realizei duas vezes o teste de gravidez #DOIDA kkkk, que óbvio, ambos deram negativo! (Respectivamente, 10 e 6 dias antes da menstruação).

No dia da minha menstruação chegar, mesmo com os negativos da semana anterior, fui na farmácia e comprei o melhor teste, não sei explicar, mas o meu coração tinha esperança, muita esperança! Tive até diarreia, que acreditei ser da ansiedade (não sei se é sintoma de gravidez, mas tive kkk).
No dia seguinte, com 1 dia de atraso decidi que só faria o teste quando chegasse no 5º. Afinal, um dia de atraso é super normal.
Mas, nesse dia eu fiquei TÃO mal, além da diarreia (que continuava kkk), tive mal estar, fraqueza, moleza, falta de animo, como se estivesse com pressão baixa, sabe? (Talvez estivesse também, não medi). Umas cólicas/ pontadas do lado direito, depois do lado esquerdo da barriga e parava, não era cólica constante como antes, da menstruação. Todos esses sintomas acenderam uma luz verde no meu coração: "TALVEZ VOCÊ TENHA RAZÃO, CORAÇÃO". (Hoje tenho certeza que meu coração sempre soube!)

Cheguei em casa correndo, peguei o teste no armário sem o Rog ver e fui direto para o banheiro, com a desculpa da diarreia kkkk (tem que servir para alguma coisa, né? kkk).
Fiz o xixi no lugar indicado e coloquei o teste no chão.
Ficou uma ampulheta no centro do visor e meu nervosismo foi só aumentando (Os segundos mais demorados da minha vida!!!). Quando, de repente:
  
Ampulheta na frente do GRÁVIDA (Fiz essa montagem tosta porque não tirei foto na hora kkk)
Pensei: "Putz, no lugar na ampulheta vai aparecer o NÃO e assim ficar, NÃO GRÁVIDA... Mas, ou será que estou grávida?"
Peguei o manual que já estava no lixinho e fui tentar ler, em vão, óbvio. Não conseguia ver nada. O amassei novamente e joguei no lixo, voltei fixamente meu olhar ao exame
. Tirei minha calça e fiquei apertando minhas mãos. De repente:
 
Comecei a tremer descontroladamente, sentir as pernas moles e um sentimento de paralisia, como se não estivesse no meu corpo. Em 5 segundos se passaram 7 anos de tentativas na minha cabeça, um sentimento de gratidão tão grande, nunca me esquecerei desse dia!!!
Bom, decidi sair o quanto antes do banheiro, pois fiquei com muito medo de desmaiar e morrer ali sozinha e agora, grávida! #UHUUU kkk
 
• Como contei para o Rog?
Sabe aquela ideia de surpresa romântica que faria ao contar para o Rog, que sempre sonhei e imaginei? Pois é, nada!!! A realidade é bem diferente da expectativa! kkkk
Me levantei do vaso, coloquei o teste dentro da calcinha (no bumbum) e fui em direção á cozinha, onde Rog estava.
Não fui com nada em mente, pois não conseguia pensar, quase nem andar. Cheguei nele e pedi um abraço (tentar recuperar minha força), ele pegou em minha mão e disse: "Eita, mulher, tava difícil no banheiro mesmo, hein?" (Ele achou que era por causa da diarreia kkkk). Eu disse: "É".
Nos abraçamos, acabou, pedi outro abraço. Então, seguramos nossas mãos, um de frente para o outro e eu disse: "Sabe aquela camisetinha que compramos na Canção Nova? Nós vamos usar!". Soltei sua mão, peguei o teste no bumbum e mostrei!
Nos abraçamos, choramos, abraçamos mais, choramos mais ainda e foi assim que contei... Tão distante do que imaginei, mas tão sincero e perfeito aos olhos de Deus.
 
Decidi então, repetir com os outros testes que tinha em casa, inclusive com um da mesma marca que havia dado negativo uma semana antes e... Óbvio:
Todos positivos!
 
Vocês perceberam o quanto o plano de Deus é perfeito?
Numa oração, há algum tempo atrás, eu pedi para andar nos seus caminhos do Senhor, segundo a sua vontade. Então, ele me deu o Bernardo, eu casei na igreja, vou fazer minha primeira comunhão esse mês (Abril), Crisma em Junho e no mês do meu aniversário, em Outubro (sempre tive vontade de ter bebê nesse mês), eu estarei com ele em meus braços.
Deus não nos pede oração com palavras bonitas, ele precisa, na verdade, apenas do nosso coração sincero!

E, então, aqueles que esperaram por 7 anos e 10 meses, que segundo os médicos só tinham 40% de chances de conseguir e ainda assim, somente após 3 meses, conseguiram em 40 dias. Não por eles, mas por Deus! #NOSSO.MILAGRE

05/01 - Operação do Rog
29/01 - Compra da camiseta, nosso ato de fé!
30/01 - Dia da minha ovulação, possível fecundação!
05/02 - Sonho de estar grávida.
15/02 - Positivo.
 
Se hoje alguém me perguntasse o que aprendi nesse tempo, eu poderia fazer uma lista vasta, pois, graças a Deus, eu não perdi tempo esperando. Na verdade, eu ganhei tempo esperando, eu ganhei MUITO mais de Deus! Com Deus não há perdas!
1º Se entregar a Deus, é também entregar seus sonhos e medos á ele, é ter a confiança que ele vai cuidar de você, independente do que você passe ou o tempo que passe.
2º Siga seu coração, não há outro lugar que senão nele, para Deus estar!
3º Não desista!
4º Seja fiel, não aceite caminhos mais fáceis, há vários atalhos por aí que nos fazem afastar de Deus!  
5º Deus é Deus e sabe o que é melhor para você, SEMPRE, ainda que você não entenda!

Do fundo do meu coração, como assim eu sinto tudo isso hoje, que você também sinta, que você também acredite!!!

Beijos duplos, da Ninna e do milagrinho baby!

15 março 2017

Nosso milagre - 8 semanas

Oie amores da Ninna!

Como vocês estão?
Nós estamos bem, graças a Deus! (Quantas vezes sonhei em responder no plural pra vocês #NÓS, que felicidade! kkk).

Hoje, tenho um presente pra vocês... #NOSSO.MILAGRE.DE.17.MM #QUASE.2.CMS


Ah, gente...
Não tenho emocional (nem racional, nem nada kkk) para descrever esse meu segundo coração valente! #MEU.CORAÇÃO.DE.DEUS #MEU.PRESENTE

Sonhei tantos anos com esse momento, foram quase 8 anos de tentativas.
Você consegue imaginar o que são 7 anos e 10 meses esperando por um milagre? Não são 8 meses, são quase 8 anos! #VOCÊ.CONSEGUIRIA.ESPERAR?
Eu não! Sem Deus eu nada conseguiria.
A cada angustia e cansaço, ele me fez prosseguir. EU NUNCA ME SENTI SOZINHA!
Apenas acreditei na sua palavra:
“Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu” (Lc 1,45) #ACREDITE.VOCÊ.TAMBÉM.

Grande beijo,
Ninna Bueno♥ 



PS: Já passou a fase mais critica (sangramento e pós sangramento) #GRAÇAS.A.DEUS e no final de semana volto normalmente com as visitas e post's.

* Próximo post: Como contei da gravidez para o Rog e primeiros sintomas.

 

02 março 2017

Nosso milagre e suas primeiras lutas

Oie amores da Ninna!

Como vocês estão?
Nós, agora, estamos bem, graças a Deus! #GRAÇAS.A.DEUS.MESMO #NOSSO.PAI.DAS.MISERICÓRDIAS

Mas, antes de qualquer coisa, preciso agradecer á todos pelos comentários. Vocês foram e são sensacionais, então, por favor, sintam-se partes do nosso milagre! #MUITO.OBRIGADA #DEUS.OS.ABENÇOE
Acho que nem preciso dizer que me emocionei com TODAS as palavras de carinho e alegres de vocês, né? Pois é, estou ainda mais mais chorona. (Sim, é possível! kkk).

Então, por que eu sumi?
Porque percebi que a gravidez não é o conto de fadas que havia idealizado.
Compreendi que o maior milagre não é o aparecer do segundo risquinho no teste de farmácia, na verdade, a partir de agora, todos os momentos são de milagres, é manter-se grávida, dia após dia.

Essa semana tive um principio de aborto que, não sei explicar com palavras, só posso resumir que achei ser o fim do nosso sonho.
Vou tentar relatar (se as lágrimas deixarem kkk) nossa luta das últimas semanas:

Semana passada (22/02 e 25/02) começou com um "sangramento" marrom (tipo borra de café, sabe? Igual ao começo ou final de menstruação), fui ao médico imediatamente e ambas as medicas, me examinaram (clinicamente) e me diagnosticaram com um machucado no colo do útero, que justificativa esse tal "sangramento". 

No entanto, essa semana (28/02) tive sangramento vermelho vivo e ali, para mim, meu sonho havia acabado.
Fui ao medico mais uma vez e ao me examinar, constatou sangue no canal. Então, ela pediu para voltar no dia seguinte para fazer o ultrassom (não tinha feito ainda).

O nosso retorno pra casa foi péssimo, eu falei para o Rog para não desistirmos, que Deus mandaria outro bebê para nós e então, comecei a falar dele no passado.
Rog chorou muito aquela noite e isso cortou ainda mais meu coração.

No dia seguinte, acordamos cedo e fomos para o hospital. Após, quase 2 horas de espera, me chamaram para o exame. Lá fui eu (Rog não entrou junto, pois estava no mercado comprando comida pra nós kkk).
Deitei e começou o exame, logo de cara perguntei ao médico se ele havia achado o meu bebê. Ele disse estar procurando.
Posso dizer que meu coração parou ali, por alguns segundos... E então, depois de um momento, comecei á ouvir batimentos cardíacos. E eu perguntei para o medico de quem era aquele coração que batia... Ele respondeu: "Do seu bebê".

Gente, acho que vou chorar toda vez que contar isso.
Meu coração voltou a bater com o dele. É algo indescritível!
Ele já tão forte dentro de mim, MUITO mais do que eu!
Pedi perdão a Deus e a ele por ter desistido, por ter tantos medos e receios.

O médico virou o monitor e me mostrou ele. Eu vi ele se mexendo, eu vi seus batimentos cardíacos.
Mais uma vez Deus me mostra sua misericórdia, seu cuidado e amor para conosco.

Ele estava com 6 semanas e 1 dia de acordo com o exame, mas pelas minhas contas são 6 semanas e 2 dias kkkk. (Ele já quer ser novo do que é kkkk)
4 mm, o meio centímetro mais forte que conheço!!!
O medico disse que estou com um pequeno descolamento de 10%, por isso dos sangramentos. A medica me receitou remédio e repouso.

Bom, já chorei muito, né? (Ainda bem que vocês não veem kkk).
Posso dizer que estamos MUITO felizes e vivendo plenamente nosso milagre em Deus!

Grande beijo,
Ninna Bueno